sexta-feira, 3 de abril de 2015

Resenha: A Bailarina Fantasma


Editora: Editora Biruta
ISNB: 9788578480400
Edição: 1 / Ano: 2010
Páginas: 182

Sinopse: O Theatro José de Alencar estava prestes a passar por uma grande reforma. Marcelo, um arquiteto especialista em construções antigas, foi contratado para coordenar a obra. Sua missão era fazer com que a casa de espetáculos ficasse exatamente como era no dia da inauguração. Marcelo era viúvo e tinha uma filha, Anabela, que logo no primeiro dia de reforma viveu um encontro assustador com o fantasma de uma jovem bailarina que aparecia no teatro há muitos anos. Mesmo contra sua vontade, Anabela embarcou em uma viagem pelo passado daquele lugar e envolveu-se completamente em uma história de amor, medo e muito mistério, conduzida pelo hálito gelado e a presença diáfana da bailarina fantasma, que só poderia ir embora quando resolvesse, com a ajuda de Anabela, algo muito importante que mudaria a vida de várias pessoas.

Não recordo agora onde vi esse livro pela primeira vez, mas quando vi o quis de todo jeito. Gosto dessa "pegada" sobrenatural, e o titulo chamou minha atenção de imediato. Chamou tanta atenção, que logo foi reforçada também pela sinopse, que nem atentei que era um livro nacional (e confesso que tenho preconceito com nacionais que não são "clássicos"). Quando recebi o livro para participar do Booktour que a Editora Biruta promoveu, e li o nome da Socorro Acioli fiquei um pouco decepcionada, confesso. Mas que baita rasteira levei, hein?! Pois não é que a Socorro escreve primorosamente!

Ela era diferente. Dançava melhor, com mais leveza. Tanta leveza que... voava.

Nesse livro ela nos apresenta Anabela e seu pai Marcelo, que para o mundo atual são pessoas "estranhas". Alheios a tecnologia, eles vivem na casa mais antiga da cidade, com muita simplicidade e beleza. Anabela perdeu a mãe cedo, mas através de atos singelos, como enterrar flores murchas com bilhetinhos, ela mantem um vinculo com a mãe. Uma forma de estabelecer contato, é o que ela pensa. Marcelo foi o arquiteto escolhido para restaurar o Theatro José de Alencar, um lugar incrivelmente belo, que foi construído em 1908 e ainda conserva a mesma beleza.

Para marcar o inicio da reforma o teatro recebeu um espetáculo, onde Anabela e seu pai estavam entre os convidados. Foi nessa noite que a menina teve uma experiência de outro mundo, literalmente, e conheceu Clara, uma bailarina que se destacava entre as outras do espetáculo.

Um breve instante de amor apaga uma eternidade de tristezas, pensou Gabriel.

Clara nasceu no teatro, cresceu, se apaixonou pela dança e por um rapaz, e lá morreu. Permaneceu por vários anos no local, mesmo podendo ir para "o outro lado". As vezes era vista, mas, sempre temida, nunca encontrou quem pudesse ajuda-la. Agora Anabela irá conhecer sua historia, que se mistura com a historia do Theatro José de Alencar, e terá que enfrentar o medo para ajudar Clara a resolver seu problema, que poderá mudar a vida de todos.

Ah, quando terminei de ler esse livro... Eu o abracei! Faz muito tempo que não leio nada tão lindo e tão bem feito. A escrita da Socorro flui graciosamente, como a dança de sua personagem Clara. O livro é objetivo, a historia é linda, mas sem clichês, e aborda de forma muito respeitosa essa questão da vida pós a morte. A diagramação é outro ponto alto do livro, que é recheado de lindas fotografias do teatro.


No Skoob dei 5 estrelas e classifiquei como favorito. Leitura mais do que recomendada!

Até a próxima!

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Página 53: Contos de Terror do Navio Negro

Reativando a tag "Página 53", hoje trago o trecho de um livro que li recentemente (o ultimo livro que li, para ser mais exata):  Contos de Terror do Navio Negro, de  Chris Priestley.


Quando tenho tempo livre, costumo olhar as estantes alheias no Skoob, e assim sempre conheço um ou outro livro legal. Foi assim que conheci "Contos de Terror do Tio Montague", também do Chris. Li, me apaixonei, e comecei a procurar outros livros dele, e assim adquiri o "Contos de Terror do Navio Negro", tão bom quanto o primeiro.




Usando a água de um balde próximo, ele rapidamente limpou o sangue do parapeito e atirou a machadinha ao mar. Então, com uma calma que o surpreendeu, deu prosseguimento ao seu expediente, como se nada tivesse acontecido. Quando seu turno chegou ao fim, ele se dirigiu ao beliche e adormeceu com facilidade. Da mesma forma que o oceano inconstante engolira Harper, também os pensamento de Tom o envolveram; ele, porém, não lhes deu qualquer atenção.





Gostei tanto desse livro que o li em dois dias! E ele está na lista de espera para ser resenhado aqui no blog em breve ;)

Ps: Fotos péssima por motivo de: feitas a noite com o celular. Mas na próxima vez eu lembro de usar a câmera. I promess!

domingo, 19 de outubro de 2014

Book Tour 2014 - A Bailarina Fantasma

Faz tempo que quero arrumar um tempinho para vir aqui no blog contar uma novidade que me deixou muito feliz, e finalmente consegui =)

Um dia desses eu estava de bobeira, abri minha caixa de e-mail pessoal e vi: Editora Biruta - Book Tour 2014. Na hora lembrei do livro "A Bailarina Fantasma", que havia conhecido recentemente e já havia marcado como "desejado" no Skoob. E qual não foi minha surpresa ao ver que ele era um dos livros participantes do Book Tour!
Pensei em me inscrever, mas depois vacilei. O blog estava muito parado e, mesmo com vontade de atualiza-lo diariamente, eu não tenho mais o tempo que gostaria para me dedicar. Mesmo assim decidi me inscrever, e foi isso que me animou em voltar a postar no blog.
Porém, confesso que não estava confiante de que seria selecionada, e quase comprei o livro na Bienal. Na ultima hora pensei: Vai que dá certo e eu sou escolhida?!

E eu fui escolhida, gente! Olha que coisa bacana!

Sinopse: O Theatro José de Alencar é um lugar mágico. Foi construído em 1908 e graças aos cuidados que tem recebido, ainda conserva a mesma beleza e encanto do dia de sua inauguração . Parece inacreditável que seja possível sentar nas mesmas cadeiras em que tantas pessoas estiveram há cem anos, quando a cidade recebeu de presente essa jóia de arquitetura. Até hoje a empresa escocesa MacFarlane & CO, que forneceu o ferro para estrutura da sala de espetáculos, indica o Theatro José de Alencar como uma de suas obras mais bonitas, dentre tantas espalhadas pelo mundo. Além do material vindo da Escócia, a beleza desse teatro também conta com a obra de artistas plásticos, arquitetos e engenheiros brasileiros. Parece que os fantasmas gostam de teatros antigos. Com esse não é diferente. Há anos os funcionários e artistas que frequentam essa casa relatam histórias sobre uma bailarina jovem, bonita, quase transparente, que dança no palco pela madrugada, passeia pelos corredores e tenta fazer contato com alguém que não tenha medo do seu hálito gelado. A bailarina fantasma tem algo a dizer e uma história para contar. Sua vida se confunde com a vida dessa casa centenária. Só alguém com muita coragem será capaz de ouvir.
Preciso dizer que estou louca para que o livro chegue logo aqui?!?! Adoro historias de fantasmas! E pelo o que pude perceber nas entrelinhas do livro, será uma leitura com muito aprendizado.


Espero voltar em breve com a resenha do livro "A Bailarina Fantasma". E enquanto a resenha não chega, conheça os outros blogs participantes do Book Tour:



sábado, 18 de outubro de 2014

Você está preparado para o desafio? #MagisteriumDay

Você está convidado a passar um dia especial com os fãs da saga Magisterium , de Holly Black e Cassandra Clare. Participe de um bate-papo sobre a criação da série, quiz, descubra curiosidades sobre as autoras e muito mais. - É isso que diz a mensagem de boas-vindas do site criado especialmente para reunir conteúdos da saga Magisterium, um dos novos lançamento do selo #irado da Editora Novo Conceito.



O evento que acontece hoje, 18 de outubro de 2014, em várias cidades do Brasil, é gratuito. Basta apenas entrar no site e confirmar presença no evento correspondente a sua cidade.

Para facilitar um pouco a vida, visto que os eventos começam já já, vou deixar o link de cada cidade logo abaixo:


Eu estarei presente no de Recife, que acontecerá na Livraria Saraiva do RioMar Shopping, ás 15h. Mas é importante olhar o local e horário de cada evento em suas respectivas páginas, pois embora aconteçam no mesmo dia, os horários diferem ;)

Que venha o "Desafio de Ferro"!

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Alfabeto Escalafobético - Vencedor do Prêmio Jabuti 2014

Desde que ganhei alguns livros da Editora Jujuba que venho acompanhando o trabalho primoroso dessa equipe. E foi assim que fiquei sabendo que o livro Alfabeto Escalafobético, do Claudio Fragata, com ilustrações da Raquel Matsushita, foi o vencedor no primeiro lugar da categoria Didáticos e Paradidáticos no Prêmio Jabuti!

Fiquei super feliz, porque o livro realmente mereceu esse prêmio. Deixo registrado aqui meu parabéns a todos os envolvidos na criação desse livro.

E alguns meses atrás eu falei desse livro aqui no blog. Vale a pena conferir o post: O Alfabeto Escalafobético. Uma amiga minha que é professora pediu ele emprestado, e através dele alfabetizou uma turma que já estava bem atrasada para a alfabetização. Indico demais!


terça-feira, 23 de setembro de 2014

Caçando Luas

Estive muito tempo sem câmera, o que dificultou explorar a ideia inicial desse blog: Fotografia. Então, alguns meses atrás, ganhei uma Nikon P520, e voltei a ver o mundo através de uma lente. Mas agora é um mundo diferente. É um mundo que as câmeras compactas, ou a câmera do Iphone, não alcançam. Como tenho uma hipermetropia forte, primo pelos detalhes que meus olhos não alcançam. Foi isso que me encantou nas macros fotografias. E foi por isso que me descobri como uma amante da Lua.

Abaixo os resultados da minha caça a Lua perfeita:

17 de Junho/2014
Cada um de nós é uma lua e tem um lado escuro que nunca mostra a ninguém. - Mark Twain
04 de Julho/2014
Que haverá com a lua que sempre que a gente a olha é com o súbito espanto da primeira vez? - Mario Quintana
13 de Julho/2014
Tenho fases, como a Lua; fases de ser sozinha, fases de ser só sua. - Cecilia Meireles
10 de Agosto/2014
Eis minha dama. Oh, sim! É o meu amor. Surge, formoso sol, e mata a lua cheia de inveja, que se mostra pálida e doente de tristeza, por ter visto que és mais formosa que ela! - Shakespeare
13 de Agosto/2014 
A lua ficou tão triste
com aquela história de amor
que até hoje a lua insiste:
- Amanheça, por favor! - Paulo Leminski
E por fim, uma foto de como eu via a Lua antes da Nikon P520:

:D

Hoje, infelizmente, apenas 1% da Lua estará visível, mas anota aí para não esquecer:

Quando: 8 de Outubro
O quê?: Apreciar a Lua Cheia <3

Beijo!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Resenha: O Inocente

Outra resenha que fiz para o blog Saleta de Leitura foi do livro "O Inocente", de Harlan Coben. Segue um trechinho abaixo:



Resumo: Nem brilhante, nem fracassado, Matt Hunter é um tipo normal. Tem 20 anos, conseguiu entrar na Universidade, tem amigos, joga no time principal de futebol americano e faz parte do time de basquete também. Tudo é maravilhoso, até que uma pessoa morre pelas mãos de Matt.

Ele não é um marginal, só estava no lugar errado e na hora errada. Uma bebida que cai no casaco de um desconhecido. O desconhecido que aparece e não gosta do que vê. Um amigo querendo briga. Um amigo querendo defender o outro que está apanhando. Coisas que acontecem na maioria das festas. Coisas também que o levam a pensar “e se”. E se não tivesse parado na festa? Se não derramasse bebida no casaco? Se deixasse o amigo brigão apanhar sozinho? Mas agora isso não adianta. Matt foi preso e amargou quatro anos na cadeia. O desconhecido com qual Matt brigará, e matará, tem um nome: Stephen McGrath. E carregar esse fantasma será uma condenação além da cadeia.

Uma vez cumprida sua pena, Matt está livre. Com a ajuda de seu irmão Bernie a vida voltará ao normal. Emprego, namorada, casamento, planos... Tudo parece maravilhoso novamente. Porém, nove anos depois daquela fatídica noite, Matt voltará a se envolver em uma situação perigosa. Assassinatos, roubos, prostituição... Todos os fatos apontam para Matt. Não será fácil provar que ele é inocente.
Vocês se casam. Ela engravida. Você está feliz. Vocês comemoram a novidade comprando celulares com câmera. E então, um dia, você recebe uma ligação no celular e vê a mulher que conheceu há anos, naquela semana fatídica, a única mulher que amou na vida, em um quarto de hotel com outro homem.

Esse livro foi uma grata surpresa. Ganhei, negociei uma troca no Skoob, mas nos 45 do segundo tempo eu pedi para ler antes de enviar. Foi a melhor escolha!

Como fã de Agatha Christie, atrevo-me a dizer que Harlan não fica devendo nada a "Dama do Suspense".

Confira a resenha completa AQUI.

Até!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Resenha: O Começo de Tudo

Depois de um grande hiato, retorno as atividades do blog com essa resenha que fiz para o blog Saleta de Leitura. Para quem ainda não sabe, vez ou outra eu leio alguns livros e faço resumos para o blog da Irene (querida!). O Começo de Tudo foi um desses livros, e amei a leitura! O que fica claro na resenha =)


Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581633930
Edição: 1 / Ano: 2014
Páginas: 288


Sinopse: O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.
Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz.

Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios?
O Começo de Tudo é um livro poético, inteligente e de cortar o coração sobre a dificuldade de ser o que as pessoas esperam, e sobre começos que podem nascer de finais trágicos.
O mundo quebra todo mundo, e, posteriormente, alguns ficam mais fortes nos lugares quebrados.

Leia a resenha completa AQUI, no Saleta de Leitura.

Dei nota máxima a esse livro, e, consequentemente, ele tornou-se um dos meus favoritos. Logo, acho super válido dar uma lida na resenha e colocar o livro na fila de leitura ;)


Até o próximo post!

segunda-feira, 7 de abril de 2014

O Que Andei Escrevendo Em Outros Blogs

Olá!

Os últimos dias foram meio mais ou menos, e eu acabei não postando no blog. Também não tenho um post pronto para hoje, mas vim falar de dois posts que saíram hoje em blogs que colaboro.


No blog Saleta de Leitura eu fiz resenha do livro "Feliz Natal, Alex Cross",de James Patterson. Um livro super inteligente, narrado em primeira pessoa pelo agente Alex Cross. É Alex que nos faz mergulhar na mente do desequilibrado Henry Fowler, antes advogado bem sucedido, e agora um viciado jogado na sarjeta. Nesse livro também conhecemos Hala Al Dossari, terrorista que planeja um atentado em nome do seu Deus. Nas duas historia Alex nos mostra que toda historia tem dois lados. Leia a resenha completa AQUI.




E no blog Ilusões Escritas eu falei de lançamentos, de vários gêneros, para todos os gostos. Clica AQUI para conferir as novidades.

Volto amanhã para apresentar a nova colaboradora do blog. Quem será? Sobre o que ela irá falar?

Até amanhã!

terça-feira, 1 de abril de 2014

Uma Reflexão Sobre Escolhas e Mudanças



Comecei a escrever esse post no Facebook, o muro das lamentações, rs... Mas ficou muito grande e pensei: Por que não postar no blog? Afinal é pra isso que ele serve, para falar do que vejo, mas também do que aprendo e sinto.

Então deixo com vocês um desabafo feito em plena madrugada de segunda-feira, enquanto repasso os acontecimentos dos últimos dias.

Já faz tempo que venho observando e aprendendo com meus próprios erros. Não sou uma boa pessoa, e faço questão de deixar isso claro sempre que posso. E essa certeza e aceitação de mim mesma é o que me ajuda a mudar sempre que preciso e quero.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Listas de Quinta: Lançamentos Desejados

Quero tentar manter algumas tags no blog, e essa é uma delas.

A ideia é simples: Uma lista toda quinta-feira, seja de 5 ou 10 itens, independente do assunto abordado. 

Porque eu adoro listas, elas serão postadas na quinta-feira, e ninguém nunca concorda 100% com uma lista. Por isso são "Listas de Quinta".

Eu sempre gosto de ficar por dentro dos lançamentos. Faço minha listinha de desejados, busco preço, coloco em uma ordem de prioridade, todo um ritual. Isso ficou ainda mais sério depois que comecei a escrever a coluna "Novidades" no Ilusões Escritas.

E é pegando carona nesse vicio que hoje vou listar os 10 lançamentos mais desejados por mim no momento.


Título: Diga Aos Lobos Que Estou Em Casa | Autor: Carol Rifka Brunt | Editora: Novo Conceito | Páginas: 464
1987. Só existe uma pessoa no mundo inteiro que compreende June Elbus, de 14 anos. Essa pessoa é o seu tio, o renomado pintor Finn Weiss. Tímida na escola, vivendo uma relação distante com a irmã mais velha, June só se sente “ela mesma” na companhia de Finn; ele é seu padrinho, seu confidente e seu melhor amigo. Quando o tio morre precocemente de uma doença sobre a qual a mãe de June prefere não falar, o mundo da garota desaba. Porém, a morte de Finn traz uma surpresa para a vida de June – alguém que a ajudará a curar a sua dor e a reavaliar o que ela pensa saber sobre Finn, sobre sua família e sobre si mesma. No funeral, June observa um homem desconhecido que não tem coragem de se juntar aos familiares de Finn. Dias depois, ela recebe um pacote pelo correio. Dentro dele há um lindo bule que pertenceu a seu tio e um bilhete de Toby, o homem que apareceu no funeral, pedindo uma oportunidade para encontrá-la. À medida que os dois se aproximam, June descobre que não é a única que tem saudades de Finn. Se ela conseguir confiar realmente no inesperado novo amigo, ele poderá se tornar a pessoa mais importante do mundo para June. "Diga Aos Lobos Que Estou Em Casa" é uma história sensível que fala de amadurecimento, perda do amor e reencontro, um retrato inesquecível sobre a maneira como a compaixão pode nos reconstruir.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Minha Primeira Resenha na Saleta de Leitura

Estou doente, por isso a falta de posts nos últimos dias. As vezes fica dificil passar muito tempo olhando para o monitor. :(

Mas fiz resenha de um livro "queridinho", um dos mais desejados, que todo mundo chora quando lê e depois que lê fica falando "okay". Já sabem qual é?

Sim, A Culpa é das Estrelas, do aclamado John Green.

Dá uma passadinha lá na Saleta de Leitura e deixa sua opinião, mesmo que ela seja diferente da minha.


Beijo!